sábado, 2 de janeiro de 2010

Décimo quarto salário para os professores privilegiados

Blog Magistério em Dança

Comissão de Educação do Senado aprova décimo quarto salário para professores de escolas com bom desempenho
Brasília - A Comissão de Educação do Senado aprovou hoje (10) um projeto de lei que prevê o décimo quarto salário para professores de escolas que tiverem bons resultados no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). A matéria precisa agora passar pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) e depois, pela a Comissão de Assuntos Sociais (CAS), na qual tramitará em caráter terminativo.

O projeto, de autoria do senador Cristovam Buarque (PDT-DF), prevê que, para ter direito ao décimo quarto salário no final do ano, os professores precisam elevar o Ideb de sua escola em pelo menos 50%. Também serão beneficiados profissionais de escolas que alcançarem um índice igual ou superior a sete.

O indicador foi criado em 2005 e avalia a qualidade do ensino público a partir do desempenho dos alunos na Prova Brasil e das taxas de aprovação. Escolas, municípios e estados ganham uma nota, em uma escala que vai de zero a 10. A média nacional em 2007 foi de 4,2 pontos para os anos inciais do ensino fundamental. O novo Ideb será divulgado em 2010.

Para o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Roberto Leão, a proposta é “complicada” porque beneficia alguns professores e não garante o direito a todos. “Premiar por mérito é ruim para a educação, isso precisa ser muito bem pensado. Nós somos contra a esse tipo de medida”, disse à Agência Brasil.

Na avaliação dele, o projeto não leva em conta as condições de trabalho do professor e da própria escola, fatores que influenciam no desempenho do aluno. “Muitos docentes trabalham em colégios que ficam em regiões difíceis que não permitem que o Ideb seja alto. O melhor prêmio é uma carreira com critérios claros e democráticos de evolução. A boa avaliação é aquela que permite a análise do problema”, defende o presidente da entidade.

Fonte: Agência Brasil

Concordo com Roberto Leão, a verba deveria levar em consideração as escolas com índice pior, localizadas em situação precária, nas periferias. E 50% de aumento é muito e, como no SARESP, limitado, pois isso não ocorrerá muitas vezes seguidas. Essa, meu caro Cristóvam, não foi boa.
Educador que não se cala.
Fonte: http://naotecalaseducador.blogspot.com/2009/12/decimo-quarto-salario-para-os.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário